Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Saber mais Continuar

Carta do filho de uma beneficiária falecida

“Estarão eternamente no meu coração pelo carinho praticado com tanta descrição para superar as necessidades da minha Mãe. O Vosso amor foi o seu alimento final. O Coração Amarelo através das Vossas presenças fez um trabalho de amor pelo próximo digno dos maiores louvores ligados aos valores das atitudes. Não tenho o contato do ... mas gostaria que lhe fizessem chegar o quanto agradeço ter oferecido à minha Mãe o pouco do seu tempo sendo tão jovem. Mesmo não cumprindo futuramente as regras da etiqueta, porque a vida é assim, um permanente tapa buracos, deixem-me ser sempre vosso amigo. Mil beijos de agradecimento. Preciso de fazer este luto pois a dor é enorme.“

O reconhecimento que não se espera.
É o mérito da missão da ACA que os seus voluntários tão bem interpretam.